sobre o idealizador do site

Quando o delegado Paulo Roberto de Queiroz Motta resolveu que era hora de contar aos filhos a sua trajetória na Polícia Civil, foi atrás de material histórico, como fotos e documentos, mas não achou muita coisa. Decepcionado, ele decidiu agir por conta própria e virou um “caçador” de documentos da instituição para a qual dedicou sua vida.

Já familiarizado com a internet, o delegado abriu um grupo na rede social Facebook para reunir material. A proposta deu tão certo que, há pouco tempo, ele se viu impelido a abrir uma Fan Page chamada “Memória da Polícia Civil do Estado de São Paulo”.

A Página foi criada em 24 de dezembro de 2012 e conta com milhares de  seguidores. Nas fotos estampadas por toda a imprensa e postadas na página, aparecem policiais civis que são identificados, um a um, em alguns casos, com o cargo que ocupam ou ocuparam na instituição.

Tamanha repercussão, fez com que fosse criado pelo Delegado Paulo Queiroz, o site "Memória da Polícia Civil", o qual ele também administra.

“Comecei a visitar livrarias, sebos, navegar na internet e pedir aos colegas que me fornecessem material. Encontrei muita dificuldade, pois constatei que os velhos policiais não guardavam fotos e reportagens sobre suas atividades profissionais. A única facilidade que tive foi que, como trabalhei intensamente nesta minha jornada na Polícia Civil, muitas vezes passando dias sem retornar para casa, adquiri muito conhecimento para proceder a pesquisa”, explica o Delegado Paulo Queiroz.

O Delegado Paulo Queiroz atualmente trabalha no setor de Contra-Inteligência da Polícia Civil de São Paulo. Há 42 anos na Polícia Civil, ele não esconde a sua paixão pela instituição: “As coisas mais importantes na vida de um homem são a família, seus amigos e sua profissão. O policial civil passa mais tempo no trabalho do que com a própria família. Digo sem hesitar que dediquei toda a minha vida a esta maravilhosa Instituição”

Memória da Polícia Civil de São Paulo ©2012-2019 - Todos os direitos reservados                                                                                                    Desenvolvido por equipe PRQM

  • Memória da Polícia Civil de SP
  • Canal Paulo Roberto Q. Motta