Grupos Especiais e Operacionais da Polícia Civil

garra

O GARRA - Grupo Armado de Repressão a Roubos e Assaltos foi criado em 1976, com a extinção da RUDI (Rondas Unificadas do Departamento de Investigações), na estrutura organizacional do Departamento Estadual de Investigações Criminais (antiga denominação do DEIC). Recebeu como atribuição a imediata perseguição, além de atuar na prevenção de crimes.

O Garra foi criado por Mauricio Henrique Guimarães Pereira, tendo como primeiro supervisor, o delegado Alberto Angerami.

Hoje, o GARRA possui 5 grupos subdivididos em plantões, cada qual contando com oito equipes, supervisionadas por um Delegado de Polícia, cobrindo toda a região da capital, podendo estender-se para outros municípios do Estado, conforme entendimento do Delegado de Policia Diretor do Departamento.

Além dos 5 grupos de viaturas e respectivas guarnições, o GARRA conta, também, com dois grupos especiais de motociclistas policiais que compõem o Grupo Especial de Motocicletas - GEM, dando mais agilidade no atendimento de ocorrências, sendo utilizado também em escoltas de dignitários e autoridades nacionais e estrangeiras.

clique sobre a imagem para ampliA-la

goe

Grupo de Operações Especiais (GOE), é uma unidade de recursos especiais do Departamento de Polícia Judiciária da Capital da Polícia Civil do Estado de São Paulo. Foi criado em meados de 1991, tendo em vista o cenário policial que se desenhava na época.

Algumas atribuições básicas do G.O.E. são:

  • Cumprimentos de Mandados de Prisão e/ou de Busca e Apreensão;

  • Escolta e/ou remoção de presos de alta periculosidade custodiados nas carceragens da Polícia Civil, enquanto a custódia dos mesmos não for transferida à administração penitenciária;

  • Guarda de instalações públicas e/ou privadas de interesse da polícia civil;

  • Gerenciamento de crises, (tais como: motim de presos, resgate de reféns, controle de distúrbios civis, etc;) quando essas ocorrerem em unidades da polícia civil, ou ainda, no desenrolar de investigações policiais conduzidas pela mesma;

  • Incursões em áreas de risco, em apoio a outras unidades da polícia civil ou no desempenho de atividades de policiamento preventivo especializado;

clique sobre a imagem para ampliA-la

ger

Grupo Especial de Reação (GER) é um dos grupos táticos da Polícia Civil do Estado de São Paulo. Anteriormente, era denominado Gupo Especial de Resgate.

Compete ao GER, segundo a resolução SSP/SP 13/2010, atender ocorrências com reféns, decorrentes da atividade de polícia judiciária afeta às atribuições do DEIC ou de outro órgão de execução da Polícia Civil, mediante autorização do Delegado de Polícia Diretor do DEIC ou do Delegado Geral de Policia ou do Secretário da Segurança Pública.

Atua principalmente em conjunto com a Divisão de crimes contra o patrimônio do DEIC e eventualmente em apoio a outras unidades da Polícia Civil.

clique sobre a imagem para ampliA-la

sat

Serviço Aerotático (SAT) é um dos grupos táticos da Polícia Civil do Estado de São Paulo, subordinado ao DEIC. Preparado para todos os tipos de operações, chegam a áreas isoladas e, em muitos casos, sua atuação é crucial para o desfecho de uma ocorrência policial.

O SAT dá apoio às operações da Polícia Civil, auxiliando as equipes em terra.Foi fundado em 14 de Agosto de 1984.

clique sobre a imagem para ampliA-la

soe

O SOE - Setor de Operações Especiais, foi criado em 1998, como órgão especializado em ações repressivas, e destinado ao apoio necessário às demais delegacias do departamento. 

clique sobre a imagem para ampliA-la

das

A Divisão Antissequestro (DAS) é subordinada ao DHPP e é formada por:

1. 1ª Delegacia de Polícia - Antissequestro - investiga o crime de extorsão mediante sequestro;

2. 2ª Delegacia de Polícia de Repressão à Extorsão - investiga o crime de extorsão;

3. 3ª Delegacia de Polícia de Repressão a Extorsões com Restrição de Liberdade - investiga o roubo, nas hipóteses em que praticada a conduta inicial, ocorra, ainda, a retenção da vítima e, como condição para sua libertação, a exigência de conduta relevante do coagido ("sequestro relâmpago");

4. 4ª Delegacia de Polícia de Investigações sobre Pessoas Desaparecidas - procede nas investigações para localizar pessoas desaparecidas; identifica cadáveres e executa ou difunde pedidos de localização ou busca oriundos de autoridades nacionais e estrangeiras.

clique sobre a imagem para ampliA-la

fotos diversas

Nesta seção vocês verão imagens de momentos diversos dos grupos especiais da Polícia Civil de São Paulo.